CLICK AQUI

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Policia prende acusados de sequestrar e matar funcionário da PMJP


A Polícia Militar prendeu três homens acusados de seqüestrar e matar um funcionário da Prefeitura Municipal de João Pessoa na madrugada desta quarta-feira (8). Bruno Ernesto Morais Silva morreu após um tiro na nuca e outro na perna.

Foram presos José Alexandro Cavalcanti Lima, de 32 anos, Gleysson Dias da Silva, de 18 anos e Josinaldo Rosário da Silva de 24 anos. E ainda, quatro menores apreendidos, sendo uma adolescente de 14 anos, dois jovens de 16 anos e um de 15.

Após uma operação comandada pelo tenente coronel Lívio Delgado, responsável pelo 5º Batalhão da Polícia Militar, José Alexandro conhecido como Sandrinho foi pego no bairro José Américo quando colocava o veículo da vítima na garagem de sua casa.

Após a abordagem ele confessou participação no crime e entregou os comparsas, Gleysson e Josinaldo que foram localizados numa casa que funcionava como boca de fumo no Conjunto Gervásio Maia. No local, também foram encontrados os quatro menores.

Gleysson confirmou que foi o autor dos disparos. ‘Ele me disse antes de morrer que levasse o carro dele, mas não o matasse’.

Com os acusados a polícia encontrou drogas, armas, documentos da vítima e ainda dois revólveres. Os seqüestradores foram encaminhados à Central de Polícia no bairro do Varadouro onde permanecem detidos.

Após ser pego pelos bandidos na porta de casa, Bruno foi colocado na mala do carro e ainda ligou para a esposa informando sobre o sequestro. O corpo de Bruno foi encontrado, em um terreno na localidade conhecida como Mituaçí, no Conde, Litoral Sul paraibano.




Além da arma usada para matar o funcionário da Prefeitura, a policia apreendeu, dinheiro, drogas e vários cartões de crédito

Portal Correio com J.Luiz