CLICK AQUI

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Criança de apenas 1 ano e 9 meses pode perder a visão e audição após mãe jogar mingau quente em sua cabeça


Hospital de Emergência e Trauma em JP
 É grave o estado de saúde de um menino de apenas  1  ano e 9 meses de vida, torturado pela mãe na última sexta-feira (14), no bairro Alto da Boa Vista, localizado na cidade de Guarabira (a 86 quilômetros de João Pessoa, na região do Brejo paraibano). Juliana Belmiro da Silva, 19 anos, teria jogado mingau quente na cabeça do filho.
De acordo com a equipe médica responsável pelo atendimento do menino no Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, o alimento penetrou o couro cabeludo da vítima e por conta disso, o menor corre o risco de perder a visão e até a audição.
Familiares informaram à imprensa, que a criança seria fruto de um estupro sofrido por Juliana, forçada a manter relações sexuais com o próprio pai. “Esta não é a primeira vez que ela tentou matar o filho”, afirmou Maria das Graças, tia do garoto. E continuou: “Juliana já tentou afogá-lo e também o arremessou contra carros, para que fosse atropelado”.
A assessoria do Hospital de Trauma revelou que a criança segue internada em estado regular, porém seu quadro clínico inspira cuidados, tendo em vista a gravidade das queimaduras. 
J.Luiz com portalcorreio