CLICK AQUI

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Sessão da câmara de Mamanguape aprova as contas de 2011 do prefeito Eduardo e discute situação dos vendedores ambulantes da praça da Matriz.

Em uma sessão, onde 4 vereadores faltaram, as contas de 2011 do prefeito Eduardo, foram aprovadas. As contas, que já tinham sido aprovadas pelo Tribunal de Contas, teve um voto contra sua aprovação, foi da vereadora Kaká.

O tribunal de contas enviou parecer favorável a aprovação, mesmo com todas as argumentação feitas por outros vereadores, mostrando que se o Tribunal de Contas, aprovou, não haveria justificativa para votar contra, mas a vereadora Kaká manteve seu voto contrario.
Os vereadores Ezequias, Neto Belino e outros tentaram convencer a vereadora a reconsiderar seu voto, mais não teve jeito, lembrando que nesta sessão, estava ausente os vereadores Luciano Castor, Flávio Serafim, Marcos Frazão e Joãozinho da Estaca.

O vereador Neto Belino, ao subir a tribuna fez elogios ao este site, destacando a rapidez com que as noticias são divulgada, todos que fazem o site agradecem ao vereador.

O secretário de obras, Armando Costa, que estava presente foi convidado a falar sobre a questão dos barraqueiros, que ficam nas praças e que receberam notificação de que não poderiam mais permanecer onde estavam. O secretário informou que estava indo para uma reunião com a promotora para decidir o que fazer.

Em contato com nossa reportagem o secretário Armando disse que depois de uma reunião com a promotora, doutora Juliana Salmito, ficou decidido que todos os ambulantes que vendem nas praças, passarão para o pátio do Centro Cultural Fênix, ficando lá determinado como praça de alimentação, sendo proibido a venda de bebidas alcoólicas.
Ainda ficou determinado que todos montarão suas tendas e ao término da noite de trabalho desmonta, ficando o pátio livre. Na ocasião a promotora disse a quem estava na reunião que não se trata de politica e sim de ordenamento da ordem publica e que a promotoria não é lugar de fazer politica.