CLICK AQUI

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Operação Firewall: vereador da Paraíba é preso por integrar quadrilha que clonava cartões de crédito



Policiais prenderam 11 pessoas
O vereador da cidade de Serra da Raiz (Agreste paraibano), Jean Teixeira (PSD), foi preso na madrugada desta quinta-feira (23), durante a Operação Firewall. Além dele, outras 17 pessoas foram presas acusadas de integrar uma quadrilha de falsificadores de cartões de crédito, conforme informou o delegado Wagner Dorta (Gerência Executiva de Polícia Civil Metropolitana de João Pessoa). Um empresário também está entre os presos. 
"O vereador estava indo pra cidade de Belém ( Brejo), quando interceptamos o carro dele e o prendemos", comentou Carlleto. 
O grupo causou rombo de mais de R$ 1 milhão a estabelecimentos comerciais na Paraíba. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Paraíba ( SSP-PB), mais de 140 policiais cumpriram 18 mandados de prisão e 28 de busca e apreensão nas cidades de Cabedelo ( Grande JP), Patos (Sertão), Belém e Guarabira ( ambas no Brejo).
De acordo com o delegado da Polícia Civil Gustavo Carlleto, a investigação vinha ocorrendo há mais de 8 meses, quando empresários e pessoas lesadas pelo grupo denunciaram o caso as autoridades policiais.
“A quadrilha instalava um aparelho chamado chupa cabra em caixas eletrônicos e em máquinas instaladas nos postos de combustíveis e supermercados. Quando a pessoa passava o cartão magnéticos o nesses locais, o aparelho captava as senhas e os números dos cartões. Daí, eles clonavam os documentos”, comentou o delegado.
Até as 6h30, os policiais apreenderam documentos falsificados e equipamentos utilizados na clonagem de cartões de créditos, impressoras, ectasy, R$ 14 mil em espécie, aparelhos de televisores na casa do vereador no bairro dos Bancários, na Capital. Os presos foram encaminhados para a Central de Polícia em João Pessoa. Um entrevista coletiva será realizada na manhã desta quinta (23), na Capital.
  
Televisor comprado com cartão clonado
Foto: Televisor comprado com cartão clonado
Créditos: Jorge Filho