CLICK AQUI

terça-feira, 18 de junho de 2013

Em Mamanguape. Inconformado com a separação, homem decepa orelha e dedos da mão da ex-mulher



12
Vítima teve os dedos da mão decepados pelo ex-marido
Um homem decepou os quatro dedos da mão direita da ex-mulher e ainda cortou sua orelha esquerda porque estava inconformado com a separação. A agressão aconteceu no dia 20 de maio, mas veio à tona apenas nesta segunda-feira (17), quando a doméstica Maria dos Santos Silva, 35 anos, procurou a delegacia para denunciar o ex-companheiro.
Segundo a denúncia, a vítima estava em um dos quartos de sua residência, localizada no bairro Areial no município de Mamanguape (distante 62 quilômetros de João Pessoa), quando foi surpreendida pelo ex-companheiro, o mototaxista José de Arimatéia Vicente Rodrigues, que desferiu vários goles de facão contra ela.
O motivo seria a separação do casal. Além de receber vários cortes na orelha esquerda, rosto e costas, Maria teve os quatro dedos da mão direita mutilados e o braço esquerdo quase decepado. Segundo Maria, antes de atacá-la, o acusado disse que ela iria embora, mas levaria uma lembrança para o resto de sua vida.
Após o crime, a vítima foi socorrida pelo patrão e levada ao hospital da cidade de Rio Tinto. Em seguida, Maria dos Santos foi encaminhada ao Hospital de Emergência e Trauma da Capital, onde passou oito dias internada e realizou diversas cirurgias de reconstituição.
Ainda segundo relato da vítima, ela só escapou porque a filha de 13 anos (enteada do acusado), agarrou-se com ele e pediu que não a matasse. Em entrevista a repórter Jaceline Marques, da TV Correio, o mototaxista disse que estava arrependido e que a culpa seria de sua ex-mulher. "Ela procurou, me maltratou por três dias. Eu não sou de ferro", disse.
Dez dias após o crime, o acusado se apresentou na delegacia de Mamanguape com um advogado, onde prestou depoimento e foi solto. A reportagem completa você confere no programa Correio Verdade desta terça-feira (18), com Samuka Duarte.
J.Luiz com portalcorreio