CLICK AQUI

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Polícia encontra ossada de jovem desaparecido há 5 meses enterrada na mata. VEJA IMAGENS

O corpo do adolescente Everton Kennedy de Brito Nóbrega, 16 anos, conhecido por 'Kelvin' foi encontrado na tarde deste domingo (11) enterrado numa mata em Gramame, na Capital. Ele estava desaparecido desde o dia 18 de abril, quando foi visto pela última vez na casa da mãe adotiva.

Entenda o caso

‘Kelvin’ era filho biológico de Rosa de Lourdes, 28 anos, que foi morta a tiros no dia 15 de fevereiro de 2004 na Avenida Palmares, no bairro de Cruz das Armas. O pai dele, Edmilson Gomes da Silva, vulgo Ceará, também foi morto em 1998 durante uma fuga do presidio Serrotão, em Campina Grande, onde cumpria pena por tráfico.

‘Kelvin’ foi criado por dona Ana, uma doméstica de 50 anos. A criança foi deixada com ela quando tinha seis meses. Ele foi levado para morar no Estado de Goiás. Segundo relato de dona Ana, quando a criança estava com 5 anos ela recebeu a notícia que a mãe biológica estava cumprindo pena por roubo no Presídio Feminino e que queria o filho de volta.

À época, dona Ana teria recebido uma carta ameaçadora da diretora do Presídio Júlia Maranhão, ordenando que ela trouxesse a criança para devolver à mãe, que já estava em regime semiaberto.

A mãe biológica informou à polícia que em Goiás, ‘Kelvin’ estudava em um colégio particular e tinhas diversas aulas extra-curriculares, como natação. Atendendo ao chamado, dona Ana trouxe a criança e já em João Pessoa, a mãe biológica ficou com a criança apenas 3 meses e após esse período, colocou ‘Kelven’ e o irmão gêmeo na Casa Morada do Betinho, onde permaneceram por quatro anos. Ao deixar o local, dias depois a mãe biológica foi assassinada.

O adolescente R.L.B foi morar com uma tia e ‘Kelvin’ ficava na casa entre a casa da mãe adotiva e nas ruas. Ainda segundo relato da mãe adotiva, ‘Kelven’ estava morando com alguns 'sem-terra' e só retornava para casa quando precisava de dinheiro e comida.

O adolescente foi visto pela última vez no dia 18 de abril. "Ele trocou de roupa, comeu, pediu dinheiro e nunca mais voltou", disse a mãe adotiva.

No dia 19 de abril, dona Ana recebeu um telefonema de uma garota dizendo que o rapaz estava morto e que o corpo tinha sido enterrado no mato. Desesperada, a mãe foi em busca dos amigos do adolescente e também procurou a Delegacia de Homicídios para repassar as informações.

A Polícia Civil investigou e na última sexta-feira (9) uma testemunha informou o local onde estaria enterrado o corpo. De posse da informação, equipes da Delegacia de Homicídios, serviço de inteligência da PM e do Corpo de Bombeiros foram ao local indicado e localizaram os restos mortais.

‘Kelvin’ é irmão gêmeo de R.L.B que foi apreendido esta semana após tentar esfaquear um odontólogo em Cruz das Armas.


J.Luiz com Aguinaldo Mota