CLICK AQUI

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Homem preso confessa que material apreendido seria para arrombar o banco de Araçagi.

Homem estava foragido desde ontem (Foto: Divulgação)
Homem estava foragido desde ontem (Foto: Divulgação)
Um suspeito de integrar uma organização criminosa foi preso na manhã desta sexta-feira (29), na zona rural da cidade de Araçagi. O homem, segundo a polícia, é um dos suspeitos que estava em um carro que foi encontrado na Agrovila Tainha com armas, explosivos, munições e outros materiais que serviriam para explodir caixas eletrônicos de bancos da cidade ou na região.
De acordo com Tarcísio Norberto, agente de investigação da Polícia Civil, a prisão aconteceu por volta das 8h. O suspeito estava escondido dentro de um matagal na localidade de Mulunguzinho desde a quinta-feira (28), quando houve uma perseguição com mais de 80 policiais civis e militares, que  cercaram a área com o apoio do helicóptero Acauã. Cerca de outros sete homens estão sendo procurados.
Na delegacia, o homem, identificado como Gilkleber Dantas da Rocha, de 22 anos, que reside no Rio Grande do Norte, confirmou a hipótese de que os materiais seriam para explodir um banco no município de Araçagi. Segundo Biu, ele e seus comparsas passaram a noite perambulando pela mata aguardando uma oportunidade para fugir. A informação foi repassada pelo agente Tarcísio.
O preso foi levado para a Central de Polícia, em Guarabira, onde está a disposição da autoridade competente. Dezenas de policiais segue em diligências para prender os outros integrantes dessa quadrilha que é suspeita de um roubo na noite da quarta-feira (27) na cidade de Espírito Santo, no Rio Grande do Norte.
Entenda
No final da manhã da última quinta-feira (28), a PM recebeu a informação de que havia um veículo em atitudes suspeitas próximo a Agrovila Tainha, em Araçagi. Após realizar diligências e encontrar o carro, a polícia localizou cerca de oito pessoas próximos ao automóvel que, ao ao perceberem a aproximação da polícia, fugiram. A partir daí, teve início uma perseguição. Os meliantes ainda tentaram assaltar outros três veículos, porém, sem êxito.
No carro, os policiais encontraram seis bananas de dinamite, armas, munições de calibre 12 e 44, dez coletes à prova de bala, roupas camufladas, entre outros materiais que seriam usados para explodir caixas eletrônicos de bancos da cidade ou na região, informação confirmada pelo indivíduo que foi preso.
J.Luiz commanchetepb