CLICK AQUI

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Suspeitos de assaltos e 15 mortes morrem em confronto com policiais civis, na PB

Dois suspeitos de integrar uma organização criminosa que agia no Agreste do estado morreram em confronto com a Polícia Civil. A quadrilha foi desarticulada em operação deflagrada na zona rural de Alagoa Nova. A informação foi divulgada na manhã desta segunda-feira (28).
Segundo a polícia, o grupo também seria responsável por crimes ocorridos em Esperança e Areia. As investigações apontam que o bando teria praticado cerca de 15 homicídios na região.
 “Recebemos informações da localização dos bandidos e de como eles se articulavam para realizar assaltos na zona rural de Esperança, Alagoa Nova e ainda Areia. Cercamos a casa em que eles estavam e ao notarem a presença da polícia começaram a atirar contra os policiais. No confronto, duas pessoas foram atingidas: Paulo Apolinário de Sousa, de 33 anos, e Anita Flávia Pessoa, de 20 anos. O Paulo, inclusive, é considerado um dos chefes da quadrilha. Os dois foram socorridos para hospitais da região, mas morreram. Temos informações também que além dos assaltos o grupo também era responsável por mais de 15 homicídios na região”, disse o delegado Henry Fábio.
Na ação, os policiais apreenderam ainda duas armas: um revólver e uma espingarda. Os outros integrantes do grupo criminoso conseguiram fugir, mas já foram identificados.
“Nós já sabemos quem são os outros participantes da quadrilha e agora partimos para um intenso trabalho investigativo e de localização. A Polícia Civil não vai parar de trabalhar até prender por completo o bando. Quem tiver informações que possam ajudar a polícia, pode nos ajudar ligando para o número 197 – Disque Denúncia da Secretaria da Segurança e Defesa Social (Seds). A ligação é gratuita e o sigilo da fonte é garantido”, frisou Henry Fábio.
J.Luiz com portalcorreio
Imagem ilustrativa