CLICK AQUI

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Mamanguape é a única cidade do Vale a atingir metas do IDEB no fundamental I e II

O índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2015 foi divulgado pelo Ministério da Educação (MEC), no último dia 8 de setembro. O levantamento aponta que a cidade de Mamanguape foi a única cidade da região do Vale a atingir, no ensino municipal todas as metas projetadas, seja no fundamental I, como no II.
A avaliação de alunos do 1º ao 5º ano subiu de 3,6 em 2013 para nota geral de 3,9 (2015) – (com meta de 3,8 para o ano). Já a nota para o ensino da 6ª até a 9ª série foi de 3,1 – quando a meta era 3,1. Em 2013, o ensino fundamental (II), da rede municipal foi de 3,4 – quando a meta era de 2,8.
Dentro desse cenário, no Vale do Mamanguape, o município administrado pelo prefeito Eduardo Carneiro de Brito foi o único na região a atingir as metas do Ideb, tanto no fundamental I, como no fundamental II.
Evolução e notas do IDEB - Fundamental I
O prefeito Eduardo Brito lembrou que os investimentos que a educação vem recebendo na sua gestão resulta na elevação da nota do Ideb e no cumprimento das metas estabelecidas.
“Como falei no mês de agosto quando entregamos a quinta escola com recursos próprios, hoje temos escolas de qualidade, com infraestrutura adequada. São investimentos tanto de logística como no profissional. Na hora que você oferece isso, o aluno vai ter um aprendizado melhor. Os professores vão está mais motivados a darem aulas, mais motivados a exercerem suas funções”, avaliou Eduardo.
Estados que atingiram metas
Nos anos finais do ensino fundamental, cinco estados cumpriram o Ideb: PE, AM, MT, CE e GO. O ensino médio teve o pior desempenho entre os três níveis. Apenas dois estados cumpriram as metas: PE e AM.
Ideb
O Ideb funciona como um indicador geral da educação nas redes privada e pública. Para se chegar ao índice, o MEC calcula a relação entre rendimento escolar e o desempenho no Saeb/Prova Brasil aplicada para crianças do 5º e 9º ano do fundamental e do 3º ano do ensino médio. O rendimento escolar leva em conta taxas de aprovação, reprovação e abandono.
O índice é divulgado a cada dois anos e tem metas projetadas até 2021, quando a expectativa para os anos iniciais da rede estadual é de uma nota 6,0.
O Ideb foi criado em 2007 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O Ideb divulgado no dia 8 de setembro, diz respeito ao desempenho das escolas, redes, municípios, estados e Brasil em 2015. O desempenho é comparado com as metas calculadas a partir da primeira edição, em 2005, e projetadas para todas as edições futuras, até o ano de 2021.
J.Luiz com pbvale
Mamanguape/PB. Crédito: imagem de Drone - Reginaldo Infortec